|
|
|
|
|
|
|
|
|
A Associação
A Associação Humanitária “Um Lugar para o Joãozinho”, foi constituída por Escritura Pública, no passado dia 13 de Janeiro de 2014, adquirindo o Estatuto de Utilidade Pública IPSS-Saúde no início de 2015.​

O objectivo da Associação é o de obter financiamento para a nova Ala Pediátrica do Centro Hospitalar de São João. Tem como finalidade contribuir, por todos os meios ao seu alcance, em benefício das crianças e jovens internados no Hospital de São João, designadamente para a protecção da saúde e tratamento de doenças.  

Orgãos sociais

Assembleia Geral
• Prof. Doutor Agostinho Marques (Presidente)
 
Direcção 
• Prof. Doutor Pedro Arroja (Presidente)
• Dra. Fátima Pereira (Tesoureira)
• Dra. Susana Almeida (Vogal)

Conselho Fiscal
• Dr. Manuel Hernâni Martins Lopes Vinga (Revisor Oficial de Contas)
A Obra
A obra é executada pelo consórcio Lúcios-Somague e tem um prazo de execução de dois anos.

O custo da obra é de 20 milhões mais IVA, num total de cerca de 25 milhões.

A Associação visa angariar contribuições em dinheiro de mecenas, pessoas individuais, empresas, outras instituições e em espécie (v.g., materiais de construção e acabamentos).

Este Hospital de Crianças, com capacidade para 120 camas, é um edifício de cinco andares com uma área de construção de 10 mil metros quadrados.
Mensagem do Presidente
Caros Mecenas e Amigos do Joãozinho,

Venho dar-vos conhecimento dos desenvolvimentos do Projecto Joãozinho relativos à construção da nova ala pediátrica do Hospital de S. João durante o ano de 2016.

Como provavelmente sabem, a obra teve início no dia 2 de Novembro de 2015, oito meses depois de, a 3 de Março, ter sido realizada a cerimónia de lançamento da Primeira Pedra que contou com a presença dos então Primeiro-Ministro e Secretário de Estado da Saúde, bem como de outras individualidades.

A obra está enquadrada por um Protocolo Tripartido entre a Administração do Hospital de S. João (HSJ), a Associação Joãozinho e o Consórcio Lucios-Somague, que foi previamente sujeito a análise por parte do Tribunal de Contas.

Nos termos deste Protocolo, a Associação Joãozinho contratualiza e paga a obra ao Consórcio Lucios-Somague e, no final, faz a sua doação ao HSJ. A única obrigação da Administração do HSJ neste Protocolo é a de libertar o espaço para a realização da obra.

À medida que o espaço foi sendo libertado, a construtora avançou com os trabalhos de demolição das velhas construções existentes no local. Porém, em meados de Dezembro de 2015, um mês após o início dos trabalhos, e aparentemente coincidindo com a entrada em funções do novo Governo, a Administração do HSJ parou os trabalhos de desocupação do espaço - o qual, em parte, permanece até hoje ocupado com serviços do Hospital

A construtora continuou com os trabalhos de demolição no espaço que tinha sido libertado, até que, em Março de 2016, informou a Associação Joãozinho da impossibilidade de prosseguir os trabalhos por falta de frente de obra, os quais se encontram, por isso, suspensos desde então.

Até essa data, tinham sido facturados pela construtora à Associação Joãozinho 850 mil euros, que foram pagos nos termos contratados.

Desde aí, a principal tarefa da Associação Joãozinho foi a de actuar, repetidamente, junto da nova administração do HSJ, presidida pelo Dr. António Oliveira e Silva, e da nova equipa do Ministério da Saúde, nas pessoas do Secretário de Estado, Dr. Manuel Delgado, e do seu Chefe de Gabinete, Dr. Poole da Costa, no sentido de se conseguir que a Administração do HSJ mandasse libertar o espaço (cumprindo a cláusula primeira do Protocolo que assinou) a fim de que os trabalhos possam prosseguir.

Foram nove meses de esforços mas, até à data em que escrevo, não houve resultados.

Entretanto, em Julho deste ano, ficou concluído o Dossier Mecenas-Continente que desde finais de 2014 vinha sendo concertado entre a Associação Joãozinho, a Administração do HSJ e o Continente, nos termos do qual se asseguram os meios para o pagamento de cerca de metade do valor da obra.

O plano de pagamento da obra, no valor de 20,2 milhões de euros (sem IVA), está assim estabelecido: (i) Mecenas-Continente: 10; (ii) Contribuições em dinheiro: 6,7 (uma parte já realizada e outra já prometida em acordos de mecenato plurianuais); Contribuições em materiais: 3,5 (uma parte já prometida).

A Associação continuará a trabalhar firmemente no sentido de ser ultrapassado o bloqueio em que o Projecto presentemente se encontra. Os recursos para a realizar estão praticamente reunidos. Mas as crianças continuam internadas num barracão feito de contentores metálicos.

Pedro Arroja
Presidente
Porto, 31 de Dezembro de 2016
Como Ajudar
Contactos

info@joaozinho.pt
936109801

Linha solidária
Chamada de Valor Acrescentado: 

760 101 102
custo 0,60eur + IVA. 0,50 eur revertem para o Joãozinho

Contribuições por transferência bancária
Banco Santander Totta
NIB 0018 0003 36285260020 77
IBAN PT50 0018 0003 36285260020 77
swift code TOTAPTPL 

Caso efectue uma contribuição, para efeitos de emissão de recibo, queira, por favor, enviar os seus elementos identificativos, Nome, Morada e NIF, para o seguinte e-mail: info@joaozinho.pt

Os donativos a favor da Associação Joãozinho são enquadráveis nos Estatutos dos Benefícios Fiscais.
História do Projecto
Em 2009, nasce o projecto para a construção da Ala Pediátrica do Hospital São João-Porto, aquando da comemoração do 50 anos do Hospital de S. João–EPE Porto.

Em 2010, juntam ao “Joãozinho”, um conjunto de individualidades formando a Comissão de Honra. A Comissão de Honra tem como Presidente, a Sra. Dra. Maria Cavaco Silva e fazem parte:

•         Dra. Manuela Eanes
•         Dra. Maria Barroso
•         Sra Dona Maria José Ritta
•         Dra. Laura Ferreira
•         Dra. Margarida Sousa Uva
•         Duquesa de Bragança, Sra Dona Isabel de Herédia
•         Três crianças (Maria Álvaro, Maria João e Jaime)
 

  E neste, mesmo, ano, é recebido pelo Presidente da República e pelo Presidente da Assembleia República.

      Em 2011, o “Joãozinho”, foi eleito pela Embaixadora de África do Sul, para representar o Hospital de Crianças Nelson Mandela.
A convite do Senhor Presidente da República de S. Tomé e Príncipe, o Joãozinho visita o Hospital Aires de Meneses, contando com a presença do Senhor General Ramalho Eanes, em representação do Senhor Presidente da República Portuguesa – Professor Doutor Cavaco Silva.  

Em 2012, o Secretário de Estado do Desporto, escolhe o “Joãozinho” como mascote dos jogos C.P.L.P. O Joãozinho é a mascote no Campeonato Europeu, da selecção portuguesa de hóquei em patins. A selecção portuguesa de futebol recebe o “Joãozinho”.  

Em 2013, o seleccionador português de Futebol – Senhor Paulo Bento – acompanhado da equipa médica da Selecção e do jogador Pepe, visitam a pediatria (provisória) do Hospital S. João – EPE Porto. A Selecção Portuguesa de Hoquei leva a mascote o “Joãozinho” ao Mundial de Angola.  

Em 2014, nasce a Associação Humanitária “Um Lugar para o Joãozinho”, por escritura pública, no passado dia 13 de Janeiro, e tem como missão contribuir, por todos os meios ao seu alcance, em benefício das crianças e jovens internados no Hospital S. João no Porto, designadamente para a protecção da saúde e tratamento de doenças. Neste ano, o Joazinho visita o Hospital Bambino Gesú (Roma) também chamado Hospital do Papa, sendo representado pela Dra. Maria de Jesus Barroso, membro da Comissão de Honra.

Mecenas

Publicações
Divulgação de Informação

- Convocatória Assembleia-geral 2017

- Convocatória Assembleia-geral 2016

- Convocatória Assembleia-geral 2015

Contactos
Email

info@joaozinho.pt

TELEFONE

936109801

MORADA

Alameda Professor Hernâni Monteiro, 4200-319, Porto


Website

MARQUINISTA - a locomotiva das marcas | Branding, comunicação e turismo
Entusiasmam-nos as marcas: viajamos pelos problemas de comunicação com soluções estratégicas e criativas, focadas na eficácia e nos resultados de negócio, e na construção de uma marca mais poderosa. Passeamos pela divulgação de destinos e pela sua promoção turística: perceber como a sua percepção externa pode impactar o seu desenvolvimento, habitantes e marcas. | www.marquinista.pt


SAVVI - AppSolutely | Aplicações Android, iOS e Windows
Somos uma nova mas experiente software house que nasceu como uma empresa "spin-off" independente, cheia de energia, confiança e talento. Uma equipa de designers e developers altamente qualificados e entusiasmados que vive e respira APPs e está pronta para qualquer aventura digital. Queremos desafiar os limites da imaginação e da inovação. | www.savvi.pt